16.9.08

Sabe quando se está de bom humor, e nem se sabe porque?

Na verdade eu tenho alguns motivos pra não estar de muito bom humor sabe, mas acho que o fato de eu ter lido várias horas hoje sem ninguém me interromper me fez um bom humor inestimável. Estou feliz da vida.

Hoje aconteceram coisinhas ruins, na verdade várias coisinhas que eu não gostei, mas já está superado e pensar nisso não vai ajudar, e sim atrapalhar.
Hoje eu tive uma consiência do maior dos meus erros (quanto ás minhas atitudes comigo mesma.) Na verdade eu já tinha consiência antes, mas hoje decidi com veemência que vou mudar.
Eu sou do tipo de pessoa que está sempre esperando a companhia dos outros, seja pra ir no shopping comprar roupas ou pra ir fazer uma consulta no médico, acho que isso se deve a minha criação, não que eu esteja dizendo que a culpa é dos meus pais, longe de mim, eu amo a criação que eles me deram e se a minha relação com meus filhos não for no mínimo bastante parecida com a minha relação com os meus pais eu não sei o que será de mim, mas voltando ao assunto de origem eu sou uma pessoa um tanto quanto dependente dos outros, se acho isso legal? Óbvio que não! Isso é um saco, odeio depender das pessoas no entanto tenho essa mania tão difícil de mudar. Mas hoje eu decidi, e vou cumprir, eu vou parar de depender das pessoas quando no fundo não dependo. Vou aprender a fazer as coisas por mim mesma, e isso é uma meta até o final do ano.
rsrsrsrsr...
Com o passar do tempo eu vou descrevendo aqui os meus avanços!


Quem passou pela vida em branca nuvem,
E em placido repouso adormeceu;
Quem não sentiu o frio da desgraça,
Quem passou pela vida e não sofreu
Foi espectro de homem, não foi homem,
Só passou pela vida, não viveu.


Francisco Otaviano


Vi esse trechinho em algum lugar um dia desses e tinha até me esquecido dele, mas hoje como que por mágica me recordei de certa parte botei aqui pra vocês.
Grandesss Beeeijoooosss

Um comentário: